7 de maio de 2006

uma e outra...

enquanto preparo a comunicação para a Second World Curriculum Studies Conference

trato da inscrição na European Conference on Educational Research 2006.

2006 promete ser um ano muito internacional...

Participar numa iniciativa com os objectivos a que se propõe a ECER 2006 dá-me alento e força para continuar este percurso que tantas vezes tem sido interpretado como capricho mas que eu considero de extrema importância na missão que persigo:

Knowledge in its various forms – expert knowledge, knowing what to teach and how, scholarly knowledge, embodied cognition, professional and craft practices – is a central concern for educational research, both from a practical and a theoretical viewpoint. Beyond the field of education, it is a key matter for the so-called “knowledge society,” linked to social and political issues of regulation and control, and to economic production processes. Knowledge is also at the heart of social exchanges, confrontations, collaborations and negotiations. From this dynamic emerge the converging interests and meanings that can contribute to the reinforcement of a specifically European culture.

From one context to another, from one period to the next, across individuals, knowledge is constantly being shaped, re-shaped and transformed according to different disciplinary structures, different rhythms or settings. In the domain of education, forms of knowledge are produced and selected to serve multiple goals; through new combinations, they become part of new contexts of meaning. The shapes which knowledge takes on make it more or less easily accessible. Because knowledge is shaped in different ways depending on situational affordances and constraints, learners engage (or, in too many cases, fail to engage) in different processes of knowledge appropriation in relation to their interests, levels of expertise and social, cultural and/or gender identities. The educational settings in which the processes of knowledge transformation occur are diverse as well: formal and informal, individual and collective, at school and in the workplace, face-to-face interaction and distance learning. The orientations of knowledge transformation also show diversity, depending on the goals to be attained and the institutional references: academic knowledge or contextualized competencies; basic education, vocational and professional training, continuing education.

Although knowledge construction and its transformation are at the core of action and reflection in the domain of education, we still fail to understand many aspects of these processes. Research in this area needs to be reinforced and stimulated. The challenge for the ECER 2006 Geneva conference will be to explore collectively this question, which is relevant to all areas of educational research, with the aim of creating synergies that should, in turn, re-shape our knowledge about knowledge transformation.
Como me apercebi em Chaves, a construção do conhecimento não é uma das preocupações mais prementes na formação de profissionais de ensino - o que me motivou ainda mais para o meu doutoramento - pelo que esta imersão na problemática do conhecimento delicia-me.

Tenho estado a estudar as concepções de crianças da pré-escolar sobre a aprendizagem com resultados interessantíssimos. Já analisei concepções de profissionais de ensino sobre a forma como aprenderam a ensinar. Fiz uma incursão sobre as formas de conceber o processo de produção de conhecimento de professores universitários. Preparo-me para me lançar sobre as distintas modalidades de formação para a investigação e lógicas argumentativas subjacentes para enquadrar as concepções sobre o papel desempenhado pela produção de conhecimento na identidade de educadores de infância. Mesmo os mapas conceptuais surgiram como instrumento de construção partilhada de conhecimento... Não posso deixar de aproveitar ao máximo a conferência em Setembro!

Experienciado por Maria @ 1:36 da tarde


2 Comentarios:

At terça-feira, maio 09, 2006 10:21:00 da manhã, Blogger Prof. Teresa disse...

Olá minha querida! Sim, eu sei que foste tu que comentaste o meu "percurso". Agradeço-te muito. Aquilo precisa de uns ajustes pois não ficam as assinaturas mas eu recebo por email. E sei que és tu. tenho estado aqui mas sempre a correr, desculpa... vou acompanhando o teu magnífico trabalho e energia. Se fizeres uma visita ao blog para onde guardo umas coisitas mais pessoais (http://blogicament.blogspot.com) conheces uma outra dimensão. Um abraço!
Teresa

 
At terça-feira, maio 09, 2006 10:23:00 da manhã, Blogger Prof. Teresa disse...

Acrescento ainda que neste teu post em particular dás a conhecer de uma forma tão clara a tua área de investigação que eu já fiquei apaixonada. Sou uma doida, adoro saber coisas novas .... parabéns mais uma vez e continuação de bom trabalho!

 

Enviar um comentário

» Home

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
Minha página

Eu no LinkedIn

your virtual pet!

Noutros sítios:
Fotos no Flickr.com
Projecto NetInfância
Registos do doutoramento
Blogs de PP
A par e passo

Posts daqui:

Powered by Blogger
Design by Beccary

PapaFormigas.com