25 de abril de 2006

Já que hoje é dia de comemorar revolução e evolução...

... vale a pena olhar para esta evolução (?)

Dados retirados do ContraFactos & Argumentos:

1981 - percentagem do PIB investida em Investigação e Desenvolvimento (I&D): 0,3

1986 - um incrível aumento para 0,38%

XI Governo Constitucional (1987-91, Cavaco Silva)

Cavaco Silva afirma no encerramento das Jornadas Nacionais de Investigação Científica e Tecnológica, em 15 de Maio de 1987: "Estabelecemos como metas da nossa acção, neste domínio, duplicar a comunidade científica até 1990 e permitir que as despesas em I&D atinjam então pelo menos um por cento do Produto Interno Bruto".

XII Governo Constitucional (1991-95, Cavaco Silva)

1991 - percentagem do PIB em I&D: 0,61

1992 a 1995 - percentagem do PIB em I&D: 0,6

1993 (Novembro, lançamento do Taguspark) - Cavaco Silva: "Portugal atingirá, no virar do século, 1,5 por cento do PIB".

XIII Governo Constitucional (1995-99, António Guterres)

1995 - percentagem do PIB em I&D: 0,57

1997 - percentagem do PIB em I&D: 0,68

1998 - percentagem do PIB em I&D: 0,7

(Fonte: Indicadores Principais de Ciência e Tecnologia da OCDE, 2003)

XIV Governo Constitucional (1999-2002, António Guterres)

1999 - percentagem do PIB em I&D: 0,75 ou 0,77

(Fonte: Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional)

Contas feitas: um número que também fica aquém dos 1,2 a 1,5 por cento até ao final do século XX prometidos nos objectivos do Programa Praxis XXI (Fonte: Público, 16 de Julho de 2002)

2000 - percentagem do PIB em I&D: 0,6 (se a fonte for o relatório europeu na apresentação do VI Programa-Quadro de I&D da União Europeia)

também pode ser 0,76 (se a fonte for Lurdes Rodrigues, presidente do Observatório de Ciência e Tecnologia)

ou ainda (??!!??) 0,8 (se a fonte for a OCDE)

2001 - percentagem do PIB em I&D: 0,83

XV Governo Constitucional (2002-04, Durão Barroso)

2002 - percentagem do PIB em I&D: 0,78 ou 0,87 (oposição e governo, respectivamente), 0,9 (OCDE) - mas ninguém concorda??

"A afirmação que sobressaía no programa eleitoral do PSD, de que deve ser atingida antes de 2010 a meta de 1 por cento do PIB para a despesa total (pública e privada) com I&D, desapareceu do programa de Governo" (Fonte: Público, 26 de Abril de 2002)

2003 - percentagem do PIB em I&D: 0,79

XVII Governo Constitucional (2005, José Sócrates)


Ciência reforçada em 250 milhões de euros: «Só com esta decisão conseguiremos duplicar o investimento público em ciência, alcançando no final da legislatura um mínimo de um por cento do Produto Interno Bruto», justificou [Sócrates]. (Fonte: TSF)

O melhor:
Até 2010 - percentagem do PIB em I&D: 3 (objectivo europeu proposto na Estratégia de Lisboa) - meta proposta em 2002...

E pronto. Evolução, evolução, mas pouca e insuficiente.

Para a coisa ficar mais contextualizada, dados do site Investing in european research:

At present, less than 2% of Europe's wealth (GDP) is devoted to research, which compares badly with 2.5% in the USA and more than 3% in Japan.

Experienciado por Maria @ 7:04 da tarde


2 Comentarios:

At terça-feira, abril 25, 2006 9:02:00 da tarde, Anonymous moika disse...

E viva Portugal!

 
At terça-feira, abril 25, 2006 9:07:00 da tarde, Blogger Maria disse...

E viva a investigação!

 

Enviar um comentário

» Home

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
Minha página

Eu no LinkedIn

your virtual pet!

Noutros sítios:
Fotos no Flickr.com
Projecto NetInfância
Registos do doutoramento
Blogs de PP
A par e passo

Posts daqui:

Powered by Blogger
Design by Beccary

PapaFormigas.com