6 de abril de 2010

depois de cumpridas imensas tarefas que não eram minhas, que não eram centrais para o avanço dos meus projectos, deparo-me com o cansaço, com uma vida pessoal que inclui tristezas muito grandes entre alegrias que não tenho tempo para viver. o desgaste de anos a tentar encontrar tempo para escrever, investigar, ler e analisar começa a fazer-me parecer - a mim e ao meu doutoramento! - mobília antiga a precisar de ser ou profundamente restaurada ou trocada.

Experienciado por Maria @ 7:54 da tarde


2 Comentarios:

At terça-feira, abril 06, 2010 9:02:00 da tarde, Anonymous Anónimo disse...

Não se perdeu nenhuma coisa em mim

Não se perdeu nenhuma coisa em mim.
Continuam as noites e os poentes
Que escorreram na casa e no jardim,
Continuam as vozes diferentes
Que intactas no meu ser estão suspensas.
Trago o terror e trago a claridade,
E através de todas as presenças
Caminho para a única unidade.



Sophia de Mello Breyner Andresen

...

Abraços.

Rosalina

 
At quarta-feira, abril 07, 2010 12:25:00 da tarde, Anonymous Anónimo disse...

Maria... que desânimo é esse?! Que angústia... então?! "Acho" que precisas de aquietar esse teu altruísmo... para PODERES dar cumprimento aos teus projectos... Achas que consegues ser só um bocadinho egoista (se algum dia se poderá chamar egoísmo!)... pelo menos uma vez?
Vamos tomar um chazinho e apanhar um arzinho? (naquele lugar magnifico que te "apresentámos" no ano passado?)
beijinhos e miminhos

 

Enviar um comentário

» Home

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
Minha página

Eu no LinkedIn

your virtual pet!

Noutros sítios:
Fotos no Flickr.com
Projecto NetInfância
Registos do doutoramento
Blogs de PP
A par e passo

Posts daqui:

Powered by Blogger
Design by Beccary

PapaFormigas.com