14 de outubro de 2006

Investigação que dá gozo!

Na revista electrónica de enseñanza de las ciencias encontrei dois artigo do Pedro Rocha dos Reis que usam a mesma metodologia: análise de histórias de ficção criadas pelos alunos. Vejam a introdução de um dos artigos, "O diagnóstico de concepções sobre os cientistas através da análise e discussão de histórias de ficção científica redigidas pelos alunos":

Neste artigo recorre-se à análise qualitativa do enredo de histórias de ficção científica sobre o trabalho de um grupo de cientistas, redigidas por três alunos portugueses da disciplina de Ciências da Terra e da Vida do 11º ano, e à realização de entrevistas semi-estruturadas, com o objectivo duplo de diagnosticar concepções sobre os cientistas e discutir as potencialidades desta metodologia na investigação e na educação em ciência.

E do outro, que dá pelo nome de "Concepções sobre os cientistas em alunos do 1º ciclo do Ensino Básico: “Poções, máquinas, monstros, invenções e outras coisas malucas”:


Através da análise de conteúdo dos enredos de histórias e de desenhos sobre o trabalho de cientistas, elaborados pelos alunos, identificaram-se possíveis concepções acerca do empreendimento científico e da actividade dos cientistas.
Se tivermos em conta a importância de respeitar o participantes nas investigações, principalmente quando se trata de crianças, a criação de histórias parece ser uma fabulosa metodologia de produção de dados...

Experienciado por Maria @ 12:00 da manhã


A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
Minha página

Eu no LinkedIn

your virtual pet!

Noutros sítios:
Fotos no Flickr.com
Projecto NetInfância
Registos do doutoramento
Blogs de PP
A par e passo

Posts daqui:

Powered by Blogger
Design by Beccary

PapaFormigas.com