18 de junho de 2006

eu devia ter ido!!!

deixo o texto da Sofia Jorge Araújo:
O primeiro encontro de Comunicação de Ciência, em Portugal, realizou-se no passado dia 3 de Junho, no Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), em Oeiras. A ideia de organizarmos este encontro emergiu dos workshops de treino em Comunicação de Ciência que fizemos em 2003 e 2005. Durante estes dois workshops, tanto nós como os participantes, concluímos que era necessário mais interacção entre as pessoas interessadas em comunicação de ciência em Portugal. Hoje em dia, uma parte significativa da comunidade científica portuguesa tem vindo a demonstrar um grande interesse na comunicação da sua investigação a audiências não técnicas. Por estas razões, tornou-se urgente encontrar um espaço para discutir projectos, partilhar ideias e fomentar o contacto entre os intervenientes na comunicação de ciência em Portugal.

O encontro começou com as palavras simpáticas do nosso anfitrião, António Coutinho, seguindo-se uma apresentação da parte da organização (eu, a Mónica Bettencourt Dias e a Ana Paula Coutinho). O pontapé de saída foi dado pelo Ben Johnson da Graphic Science que nos falou, durante meia hora, do programa “Meet the scientist” que (claro, por si só merece um post) desenvolve no Reino Unido.

Em seguida, passámos à primeira sessão com quatro apresentações orais, seleccionadas dos abstracts recebidos. O “chair” foi João Caraça (FCG) e as apresentações versaram diversos modos de comunicar ciência a públicos muito diferentes. A Ana Sanchez (ITQB) fez uma pequena reportagem sobre os dias abertos do ITQB; o Paulo Ribeiro-Claro (UA) falou-nos da popularização da disciplina da química e de como atrair mais estudantes para a Química; seguiu-se-lhe a Isabel Ferreira (UM) que descreveu a inovadora exposição “Física na cidade”; no final da sessão, a Ana Paula Santos descreveu o dia, e um projecto inovador, em que o ITQB abriu as suas portas a públicos com necessidades especiais.

Depois do almoço, a segunda sessão tinha como “chair” Carlos Fiolhais e começou com duas investigadoras das ciências sociais: Anabela Carvalho veio falar-nos da sua investigação sobre a aceitação e as reacções do público português ao tema da mudança climáticas e Rosa Gomes apresentou o seu trabalho sobre educadores de infância como comunicadores de ciência. Em seguida, José Xavier apresentou o mega-projecto de comunicação que tem a ver com a participação portuguesa no Ano Polar Internacional 2007-2008. Para finalizar esta sessão, tivemos a honra da presença de Maria Mota, que veio falar-nos dos projectos da Associação Viver a Ciência.

A última sessão começou com uma apresentação de meia-hora, de Anna Lacey, sobre o projecto de rádio/podcast “The Naked Scientists”, que teve um dos seus moments altos perto do final, quando da audiência perguntaram à Anna se a equipa gravava os programas mesmo sem roupa! Depois vieram as fantásticas apresentações da sessão de SciArt com Ana Moutinho, como “chair”. Judite Dias descreveu o seu novo projecto de ciência e teatro; Diana Marques apresentou o seu trabalho como ilustradora científica e Marta Menezes falou-nos do novo projecto Ectopia.

Para finalizar, Lígia Amâncio da FCT, fez os comentários finais ao encontro e, de seguida, Elisabete Caramelo, apresentou o nosso novo Guia de Comunicação de Ciência (que também merecerá um post só para ele).

Depois deste longo dia, bebemos e comemos uns aperitivos no terraço da cantina do IGC (aquele onde estão expostos as marcas, em cimento, das mãos e pés do Thiago, das mãozinhas da Ana Coutinho e de umas outras mãos não identificadas)!

Um dia bem passado onde se testemunhou tudo o bom que se passa em comunicação de ciência em Portugal. Infelizmente, notou-se a ausência de muitos projectos financiados pelo programa Ciência Viva, mas talvez a divulgação não tenha chegado a todos. Ficou presente a necessidade de mais colaborações entre os comunicadores científicos e as pessoas que fazem investigação em comunicação de ciência. E, claro, a necessidade de organizar mais eventos deste género.

Resta dizer que estamos todos agradecidos à Fundação para a Ciência e para a Tecnologia e ao British Council que financiaram esta nossa iniciativa. Agradecemos também à Fundação Calouste Gulbenkian, ao Instituto Gulbenkian de Ciência e à (nossa) Associação Viver a Ciência pelo apoio que nos deram.

Esperamos que este tenha sido o primeiro de muitos destes encontros.
Para além do interesse pelo assunto no geral, a comunicação dos educadores de infância como comunicadores de ciência interessou-me muitísssimo!! vou tentar saber mais!

Experienciado por Maria @ 2:00 da tarde


A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
Minha página

Eu no LinkedIn

your virtual pet!

Noutros sítios:
Fotos no Flickr.com
Projecto NetInfância
Registos do doutoramento
Blogs de PP
A par e passo

Posts daqui:

Powered by Blogger
Design by Beccary

PapaFormigas.com