13 de fevereiro de 2009

nova experiência

uma conferência online para discutir como a tecnologia pode contribuir para a experiência da conferência...

da minha experiência anterior, conferências online não me envolvem como as reais pois não quebro a rotina, não me sinto autorizada a deixar tudo por um, dois, três dias, e acabo por participar pouco e nem acompanhar tudo o que se passa. preciso de sair de casa e entrar em modo podes-não-te-preocupar-porque-são-só-x-dias para me dedicar a sério.

é verdade que o formato senta-te e ouve e depois coloca (quando há tempo porque as conferências em portugal tendem a nem deixar tempo para questões nas plenárias!) questões não funciona para aprendizagens mais significativas. mas funciona para outras coisas.

a ideia já veiculada na discussão de ter encontros entre pessoas que já têm algum background na área para ser mais intenso e participado também é muita gira mas esquece a necessidade de trazer para o centro os periféricos que não têm ainda essa competência para envolvimento central. enfim! até agora foi só twitter e SL... se as respostas são aplicações, a coisa não vai longe. é o mesmo que discutir apenas o formato e disposição da sala...

"Spaces of Interaction: An Online Conversation on Improving Traditional Conferences," an online conference. The conference is without fee and will include live interactive sessions, in addition to discussions in Ning.

The last several decades of technological development has substantially increased the ability for individuals to access content (online journals and databases) and to participate in global conversations (through online conferences, blogs, podcasts, and social/collaborate tools). Formal education has started to grapple with the shift to greater learner control, autonomy, and agency.
  • What is the role of education when learners have unprecedented access to information and conversations outside of the control of faculty and institutions?
  • What changes are required for universities and colleges to leverage, rather than combat, these new opportunities for learner control and engagement?

Conferences face a similar challenge. While a keynote speaker is presenting, back channel conversations occur through Twitter, facts are checked through Google searches, and opinions are expressed on blogs.

  • What changes are required in traditional conferences in order to take advantages of these ongoing conversations?
  • How can conferences be designed to amplify multiple back channel conversations, foster interaction over content presentation, and create opportunities for serendipitous learning?

Experienciado por Maria @ 10:13 da manhã


A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal
Minha página

Eu no LinkedIn

your virtual pet!

Noutros sítios:
Fotos no Flickr.com
Projecto NetInfância
Registos do doutoramento
Blogs de PP
A par e passo

Posts daqui:

Powered by Blogger
Design by Beccary

PapaFormigas.com